Spaguetti Gambi ao molho de Açafrão (ou Cúrcuma)

Na minha busca por uma vida mais saudável e ingredientes com propriedades anti-cancerígenas, depois de muito desviar o olhar, decidi me render aos poderes da Cúrcuma.

Comprei um sacão (de uns 200 gramas) e comecei a colocar na salada e em várias coisas que como sozinha, além de usá-la na higiene dos dentes como sugeriu a Bela Gil.

E então, recentemente, decidi incluir este tempero maravilhoso na alimentação da família. Mas não fazia a menor idéia de como usar a cúrcuma na hora de cozinhar. Decidi que ia fazer um macarrão com camarão, mas queria fazer um molho de açafrão, como já comemos antes em restaurantes. Mas como usar? Este tempero é super forte e tem um sabor super amargo… por isso eu tinha que saber exatamente a quantidade e como usá-lo. Foi então que, pra variar, recorri ao pinterest.

Encontrei uma receita, que na verdade nem vou postar aqui, por que eu só usei a informação da quantidade e combinação de ingredientes mesmo, e descobri que duas pitadas da cúrcuma são suficientes para dar o sabor e a cor necessários ao prato. Mas descobri também, que o Cominho, que também é um tempero forte e super saudável, vai muito bem junto com a Cúrcuma.

Tratei então de colocar todos os ingredientes juntos e o resultado foi muito bom. Por isso decidi postar a receita aqui.

Vamos lá:

Spaguetti Gambi ao molho de Açafrão

Ingredientes

200 Gramas de Camarões com casca (sem cabeça)

1/3 de um pacote de spaguetti

um punhado de aspargos verders (picados)

3 cogumelos Paris grandes (picados ou fatiados)

meio limão

3 dentes de alho

1 colher de sopa de manteiga

1 colher de sopa de creme de leite

1 colher de chá de amido de milho

sal a gosto

2 pitadas de cúrcuma

1 pitada de cominho

Sal e Pimenta vermelha a gosto

Modo de Preparo

Comece colocando o a água do macarrão para ferver. Não precisa usar óleo na água! Descasque os camarões, e reserve as cascas em uma panela pequena, tempere os camarõoes com sal e o limão. Coloque as cascas para cozinhar com água (o suficiente para cobrir as cascas). Em uma panela grande (de preferencia Wok), frite os camarões na manteiga por 1 minuto de cada lado, retire-os da panela e reserve. Assim que água do macarrão ferver, coloque o spaguetti e acione o timer para 9 minutos. No liquido que restou na panela, frite o alho, acrescente o sal e a pimenta vermelha e em seguida acrescente os aspargos e cogumelos. Deixe-os cozinhar, mexendo sempre,  até que estejam macios. Acrescente então a cúrcuma e o cominho. Neste momento, a água da casca do camarão já deve estar fervendo há algum tempo, e temos aí um caldo de camarão! com uma concha e ajuda de uma peneira, acrescente ao moho que já tem os aspargos e cogumelos, duas conchas deste caldo (A peneira serve para que nenhuma casca seja acrescentada ao molho), adicione também o creme de leite e misture bem.. Enquanto essa mistura cozinha um pouco, misture em uma xícara, o amido de milho a um pouquinho de água fria. Dissolva o amido nesta água e em seguida adicione essa mistura ao molho. Continue mexendo de vez em quando e deixando que o molho depure e engrosse. Quando o tempo de coimento do macarrão terminar, escorra a água e reserve a massa. Quando o molho estiver na consistencia desejada, acresente o macarrão e os camarões. Misture tudo muito bem.

Voi lá 🙂

img_4849

Você também pode colocar outros ingredientes/legumes que te agradem, e o restante do caldo de camarão, você pode congelar e usar em outros pratos como risotos ou sopas.

Pilhas de Batata doce com Alecrim e Camarões à moda Mongol

Mesmo estando há tempos afastada do Blog, ainda tenho tentado coisas novas na cozinha… Estou sempre pelo Pinterest, guardando idéias e receitas que tenho vontade de tentar, mas na maioria das vezes, nos últimos meses, minha cozinha não tem mesmo saído muito do comum.

Ontem, no entanto, domingo, Papai levou o pequeno pra mexer a cadeira na academia, e eu resolvi fazer um almoço mais sofisticado. Duas coisas que sempre tenho em casa: Batata Doce na geladeira (como vocês já devem ter percebido – os meninos adoram) e Camarões no freezer.

Aqui na Alemanha eu compro os camarões sempre congelados. Primeiro porque é difícil encontra-los frescos (ao menos nos mercados onde costumo ir) segundo por que eu nunca sei quando vou preparar… gosto IMG_3211de decidir assim na hora (ou algumas horas antes / a tempo de conseguir descongelar naturalmente) então é muito mais fácil tê-los à disposição no congelador.

Camarões não precisam de muito tempo para descongelar. Basta deixá-los um pouquinho em temperatura ambiente, e passar na água corrente pra tirar o gelo. Na verdade é até mais fácil descascá-los quando ainda estão um pouquinho congelados. Eu sempre compro camarões com casca mas sem cabeça. A casca pode ser utilizada para fazer um caldo de camarão, e eu me sinto mais a vontade em limpá-los eu mesma.

Limpar camarões é bem menos complicado do que parece. Se você comprá-los inteiros, vai dar um pouquinho mais de trabalho, mas também é tranquilo. Primeiro você arranca a cabeça, depois tira a casca do corpo (puxar pelas pernas é mais fácil) e para tirar o rabo, basta dar alguns puxõezinhos delicados nele, que ele sai. Depois você vai precisar usar uma faca afiada, passá-la pelas costas dele, e retirar a “minhoquinha” de sujeira mais escura que fica alí. Pronto.

Outra coisa que acho relevante na hora de comprar camarões, é verificar se ele são pré-cozidos. Isso fará muito diferença na hora de decidir quanto tempo eles poderão ficar no fogo sem correr o risco de ficarem duros. A grande questão na hora de fazer camarão é que ele não pode ficar muito tempo cozinhando ou vai ficar duro. O pré-cozidos costumam ter uma cor já IMG_3213rosada, enquanto que o que está totalmente crú normalmente tem a cor cinza (a não ser que ele seja uma camarão rosa). Se ele for pré-cozido, deve deixar pra colocar por último em qualquer receita, e nunca deixar ultrapassar 2 minutos de cozimento (1 de cada lado se for fritar). Se estiverem crús, dá pra relaxar um pouquinho e passar um pouco dos 5 minutos no total.

Bom, ontem eu fiz uma receita de Camarão à moda Mongol que já tinha encontrado no Pinterest faz tempo e que da última vez que eu tinha feito, caí na besteira de tentar frita-los na Airfryer e me arrependi, Eu comentei sobre este episódio aqui e a receita original está disponível aqui. Desta vez eu fui politicamente incorreta e os fritei em um pouco de óleo mesmo e ficou uma delícia. A minha versão da receita está lá embaixo.

Para acompanhar os camarões, eu fiz uma receita que achei no Pinterest e que já estava namorando há tempos… Até comprei um ralador para fatiar as batatas bem fininhas por causa dela, e também óleo de côco, um ingrediente que eu nunca tinha usado na vida, mas que foi uma grata surpresa.

O segundo acompanhamento que fiz foram uns cogumelos recheados. Que desta vez recheei apenas com um pouquinho de requeijão*, mussarela ralada e parmesão ralado.

Aí vão as receitas!

Camarões à moda Mongol (para 3 pessoas)

Ingredientes:

400g de camarões cinzas grandes (preferencialmente crús, e descascados)

3 colheres de sopa de amido de milho

óleo vegetal (para fritar) eu usei 1 colher de sopa de óleo para cada leva de camarões que cabiam no fundo da Wok (frigideira).

Para o molho:

1/2 xícara de molho de soja (shoyu)

3 colheres de sopa de açucar demerara (se não tiver, pode usar o comum)

1 colher de sobremesa de gengibre fresco ralado

1 colher de sopa de álho triturado ou picado

1/2 colher de sopa de pimenta vermelha seca

1 xícara de água (que vai ser misturada ao amido de milho que sobrará do camarão)

2 colheres de sopa de vinagre de arroz (opcional – ontem eu esqueci e nem fez falta)

1 ramo de cebolinha picada

Modo de Preparo:IMG_3210

Depois de descascar e limpar os camarões, retire bem o excesso de água e utilize papel toalha para secá-los bem. Em uma tigela pequena e seca, acrescente o amido de milho e chacoalhe bem até que todos os camarões estejam cobertos pelo amido.

Em uma panela Wok, ou uma frigideira, aqueça o óleo, e coloque os camarões delicadamente para fritá-los dos dois lados. Vire cada um deles quando o lado de baixo estiver rosado (cerca de 1 minuto) e reserve os camarões já fritos. Não tem problema se eles ainda estiverem um pouco crús, você vai terminar de cozinhá-los no molho.

Na mesma friIMG_3214gideira, abaixe o fogo, deixe-a esfriar um pouco e acrescente um pouco mais de óleo, em seguida, acrescente o álho, o gengibre e a pimenta, frite apenas até o cheiro se soltar (cerca de 15 segundos), coloque a água dentro da tigela que ainda contém amido de milho do camarão, acrescente na Wok o molho de soja, o açúcar, o vinagre de arroz, e em seguida a mistura de água e amido de milho. Deixe a mistura ferver até que o molho tenha engrossado. Coloque de volta os camarões, e a cebolinha picada e retire do fogo.

Pilhas de Batatas doce com Alecrim (para 3 pessoas)IMG_3207

Ingredientes:

2 batatas doces grandes, descascadas e em fatias finas

1 colher de sopa de manteiga derretida

1 colher de sopa de óleo de côco derretido (eu derreti os dois juntos no microondas IMG_3208por 30 segundos)

2 colheres de sopa de queijo parmesão ralado (reserve um pouco para finalizar)

1 colher de chá de alecrim (reserve um pouco para finalizar)

Sal e Pimenta a gosto

você vai precisar de uma forma para muffins/cupcakes

Modo de Preparo:

Em uma tigela grande, misture a manteiga e o óleo de côco já derretidos, IMG_3209acrescente o queijo ralado, os alecrim, o sal e a pimenta. Em seguida, acrescente as batatas, e misture bem. Não deixe que a mistura esfrie muito pois a manteiga e o óleo de côco endurecem novamente muito rápido. Empilhe as fatias das batatas nos copinhos da forma de muffins. Asse em forno pré-aquecido a 200°C por 30 minutos (ou até que as bordas estejam douradas e os meios macios). Finalize polvilhando as pilhas com mais queijo ralado e alecrim.

* Você sabia que aqui na Alemanha também tem requeijão? Descobri faz pouco tempo. Aqui você vê uma foto da embalagem pra procurar por aqui quando quiser comer um requeijãozinho 😉

IMG_3215