Raclette

Ainda não chegamos no pratos típicos alemães, mas estamos perto!

Raclette é um prato suíço que eu conheci através do meu marido. A primeira vez que ele me prometeu cuidar do jantar, ele fez raclette. Cozinhou algumas batatas e pronto. Até hoje este é um assunto polêmico aqui em casa, já que, naquela ocasião eu disse que ele não podia dizer que tinha “preparado” o jantar, e até hoje, quando faço raclette, ele insiste que eu também não cozinhei nada.IMG_2339

Há umas 3 semanas fomos convidados à casa de uns amigos e eles serviram raclette para o almoço. Foi a primeira vez que eu comi este prato no almoço e também a primeira vez que o comi à moda de outra família. Foi interessante por que lá eles serviram a raclette com várias coisas que eu nunca tinha imaginado e acabaram nos dando algumas idéias de como fazer a raclette se tornar mais atrativa pra nós mesmos na nossa casa.

Bom, comecemos do começo. Se você ainda não sabe o que é raclette, aí vai uma breve descrição.

A palavra raclette deriva do queijo do mesmo nome, que por sua vez deriva da palavra francesa “racler” que quer dizer raspar. Originalmente, o queijo é colocado perto do fogo e quando apresenta consistência mais macia, é raspado e colocado em cima da comida (normalmente batatas). O raclette também pode ser feito com uma máquina própria, que é basicamente uma grelha elétrica com espaço para pequenas “panelinhas” onde se coloca o queijo já fatiado para ser derretido. O raclette também é normalmente servido com picles e carnes frias. Mas você pode, basicamente, incluir qualquer coisa que você ache que combine com queijo e que possa ser IMG_2337grelhado na hora.

Na nossa casa, depois da apresentação do prato pelo meu digníssimo, nós costumávamos fazer raclette a noite. Por que não incluíamos muitos outros ingredientes além do queijo e das batatas e acabava virando uma refeição leve. Na casa dessa nossa amiga, eles serviram a raclette com carne vermelha, tanto em forma de filé como em forma de carne moída (preparada como hambúrguer) e mais um monte de outras coisas como legumes, macarrão, etc.

Foi aí que eu comecei a enxergar a raclette mais como uma refeição que poderia ser servida no almoço, principalmente em dia de mais preguiça ou que teríamos um jantar mais pesado.

No Brasil, nós fizemos raclette algumas vezes. Mas como lá o tempo, normalmente, é mais quente, ficava difícil jantar no calor com aquela grelha em cima da mesa. (Imagina comer em volta da churrasqueira no verão!). Por isso, fizemos poucas vezes e sempre no inverno. Como lá não encontrávamos queijo próprio pra raclette, usávamos outros tipos de queijo mesmo (mussarela, queijo prato, provolone, gorgonzola, etc) e ficava uma delícia.

Já tínhamos feito algumas vezes aqui na Alemanha também, inclusive como almoço nos dias do Natal e véspera de Ano Novo. E neste final de semana, minha cunhada veio nos visitar, e “solicitou” que o prato fosse servido durante a visita dela. 😉

E foi o que comemos no almoço de sábado.

Na descrição original do raclette as batatas podem ser cozidas ou assadas. Aqui eu costumo cozinha-las normalmente IMG_2341(com casca e tudo – bem lavadas) e depois embrulho em papel alumínio para que elas continuem quentes por mais tempo.

Depois do raclette na casa dos nossos amigos, nós então decidimos incluir mais algumas coisas na “receita” e como não costumamos comer muita carne vermelha, nosso raclette agora é regado a filézinhos de frango, camarão, bacon e cogumelos paris (os dois últimos a gente já costumava incluir). Outra coisa que fica à disposição são temperos diversos, como pimenta, azeite, salsinha e manjericão (frescos ou não), orégano, sal.. seja para colocar no queijo a ser derretido ou para temperar a batata. Outra coisa que fica bem gostosa se incluída são aspargos, e estou pensando seriamente em incluir brócolis da próxima vez.

E vocês, já conheciam Raclette?

* Dica do maridão: se for fazer raclette, feche as portas de todos os outros cômodos da casa e lembre-se de tirar o varal da sala (se você, como nós, secar as roupas dentro de casa no inverno)! a casa fica cheirando a raclette por uns 2 dias! 🙂

Anúncios