Primeiro Post – da adaptação

A começar pelo tempo que levei tentanto escrever o título deste post em português e com a acentuação correta… a adaptação de uma brasileira na Alemanha realmente não é fácil.

Como boa virginiana com 6 planetas em Libra que sou, é claro que vou voltar aqui usando outro computador assim que possível e corrigir este texto! O teclado do computador que estou usando é alemão e então os caracteres üöä estão  todos facilmente acessíveis, mas a minha querida cedilha, o ~ em cima do A e do O já não são tão simples…

Essa realidade se extende a muitos itens do dia-a-dia de uma estrangeira vivendo no exterior, principalmente se ela nao é fluente na língua, tem um filho pequeno e faz questão que a familia se alimente bem.

Neste 1 ano que já estamos aqui, já tive que adaptar muita coisa… Desde a sobreviver, por 3 meses, em um quarto e sala com um frigobar, um fogão de duas e bocas e nenhum forno, até a me comunicar em meu alemão macarrônico com as professoras do meu filho na escolinha e levar papel alumínio quando na verdade o bilhete dizia que eles precisavam de papel para plastificar… Essa semana eu consegui descobrir o que era e como se chamava a Maizena aqui… O mercado onde costumo fazer compras não tem nem farinha de trigo (pelo menos eu ainda não encontrei lá) e eu usei farinha de espelta por uns bons meses até descobrir que espelta e trigo não eram a mesma coisa…download 

 Foi por isso que decidi começar este Blog. Todos os dias eu adapto alguma coisinha na minha cozinha… as vezes não dá certo, mas na maioria das vezes dá super certo e eu acabo mudando meu jeito de ver e de fazer as coisas pra sempre, e eu acho que nao dá pra guardar estas descobertas só pra mim.

Entao é isso. Meu objetivo é ir postando diariamente as minhas tentativas, experiências e aprendizados na cozinha (e porque não talvez também em casa?) e desta forma também me dedicar a algo que eu goste enquanto minha vida se resume a casa e filho. 

Puxe uma cadeira, fique à vontade, sinta-se em casa 🙂

Anúncios